Hematomas na alma

segunda-feira, março 03, 2014



Então ... como vai ser? Nem precisa pensar, porque eu já sei como isso termina. Como sempre você vai dizer que a culpa foi minha, e com certeza vai citar várias situações em que a briga ficava seria e você invertia tudo completamente e eu saia como culpada,e acabava pedindo desculpas, só para poder ver toda aquela confusão acabar e vê-lo me abraçar bem forte. Eu já tentei de vários jeitos achar uma maneira de minha vida se encaixar perfeitamente na sua, já tentei formulas malucas de tentar te falar que eu realmente preciso de você e de toda sua bagagem em um quartinho aqui da minha casa. Bem juntinho de mim.

Queria tanto que você apenas uma vez pudesse ver o que se passa dentro de mim! Não só na cabeça, mas no coração, e nos meus nervos quem tem uma reação automática quando escutam sua voz. Tudo isso só para você saber que pode vir bater na minha porta ás dez da noite, que eu abro a porta e te sirvo uma xícara de chá bem quentinho. Vem! Pode entrar que o lado direito da minha cama está reservado para você. Vem! Pode vir. Mas venha sem nada na cabeça, venha sem problemas e sem todas aquelas coisas que pessoas andam dizendo por ai, que eu prometo fazer o mesmo.


Mas você sabe que nada disso vai adiantar, não sabe? Porque mesmo sabendo de todas as feridas da minha alma, você faz questão de ser a maior e a pior de todas, e me deixar assim ... no relento, no frio, fria, e com medo. Não tem problema não, nesse momento estou pegando um trem que vai em uma direção oposta da sua, e olha não pretendendo voltar, então meu ‘nego’ pare de enganar aos outros e a si mesmo e vai ser feliz. De verdade.

You Might Also Like

4 comentários

  1. To adorando seus textos hahah
    Muito legal adorei!

    Ponte Para Paris

    ResponderExcluir
  2. Awnn. Adorei! Acho que muita gente diz e faz coisas que nos ferem, mas não percebem, ou a) porque não enxergam mesmo, ou b) acham que é certo pisar nas outras. Acho que se as pessoas se colocassem no lugar das outras, o mundo seria muito melhor. Enfrentar as feridas dos outros seria uma bela forma de remissão.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que é o caso "B" muita verdade o que você disse nina! Beijos!

      Excluir

INSTAGRAM